Criciúma decreta lockdown sem salário e irrita servidores públicos

Prefeito Clésio Salvaro (PSDB) disse ser “muito fácil” pedir medida “quando a geladeira está cheia” e remuneração “está garantida”

Prefeito de Criciúma (SC) adotou medida polêmica

O prefeito de Criciúma (SC), Clésio Salvaro (PSDB), adotou uma medida polêmica na última quarta-feira (17): um decreto que cria um lockdown voluntário na cidade, de forma que os servidores públicos podem deixar de trabalhar, mas ficam sem o salário.

 

Prefeito de Criciúma (SC) adotou medida polêmica

A medida sofreu reações dos trabalhadores públicos do município, que inicialmente se recusaram a aceitar os termos do decreto.https://fc5b1690b452874a01f14acd844f36d9.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.

Em uma rede social, o tucano afirmou que havia “pessoas que, no âmbito do poder público, tem perguntado para mim.

Prefeito, não vai ter o lockdown?” Em seguida, disse que atenderia aos pedidos e adotaria a medida, mas com condições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *