Esposa mandante da morte do marido PM é indiciada por homicídio

A técnica de enfermagem, Tatiane Borralho de Oliveira Silva, indiciada como mandante do assassinato de Noel Marques da Silva, de 53 anos, em agosto de 2020, foi descrita como de personalidade fria e, de certa forma, sádica pelo delegado Caio Fernando Albuquerque, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Ela teria ‘comemorado’ com amantes o fato de não precisar mais trabalhar, por conta da herança, apesar de fazer o papel de viúva enlutada para pessoas próximas. Quando foi presa, ela chegou a fazer corações com as mãos para a imprensa.
 
Ao longo da investigação, a equipe de investigação da DHPP reuniu informações contra a viúva e sua mãe (Ana Lopes Borralho Filha de Oliveira), apontando o envolvimento de ambas na morte da vítima, inclusive de que o homicídio foi premeditado.

Tatiane Borralho de Oliveira Silva, Cleyton Cosme de Figueiredo Almeida, vulgo “Cleitão”, e Ana Lopes Borralho Filha de Oliveira, foram indiciados por homicídio qualificado pelo motivo torpe, promessa de recompensa e também recurso que impossibilitou a defesa da vítima. A pena para esse tipo de crime pode variar de 12 a 30 anos de prisão. O Ministério Público já ofereceu denúncia contra os três investigados.

fonte: Olhar direto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *