Festa clandestina regada a drogas é fechada em flutuante com 80 pessoas no Tarumã, zona Oeste.

Compartilhar no facebook Compartilhar no whatsapp Compartilhar no twitter Compartilhar no pinterest Compartilhar no telegram Compartilhar no email

Manaus (AM) – Uma festa clandestina que acontecia no flutuante “Bubuia on The River” foi encerrada pelos agentes da Central Integrada de Fiscalização (CIF) Fluvial, na tarde deste domingo (16/05). Com cerca de 80 pessoas, os agentes ainda apreenderam entorpecentes no local onde ocorria a festa denominada “Sunset”. Publicidade

55F0C1E7-8083-4514-BF12-1CEE2FCD8521

No momento da abordagem, os policiais militares do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAmb) encontraram, no meio dos pertences de algumas pessoas que estavam no local, maconha e droga sintética. 

De acordo com a delegada Elizabeth de Paula, coordenadora da CIF da tarde deste domingo, o evento estava sendo divulgado amplamente nas redes sociais. 

“Recebemos uma denúncia anônima de que estaria acontecendo uma “rave”, e quando viemos fazer a abordagem, identificamos várias pessoas usando uma fita no braço. Ou seja, era realmente uma festa clandestina. Encontramos no local, maconha, droga sintética e narguilé. Aém de ser uma festa, as pessoas estavam consumindo substância entorpecente”, contou a delegada. 

Os agentes da Vigilância Sanitária Municipal (Visa Manaus) autuaram o flutuante por não possuir licença sanitária, além de estar promovendo aglomeração. 

O material entorpecente encontrado, o equipamento de som e três narguilés foram apreendidos. Cinco pessoas que estavam com drogas, além do responsável pelo evento, foram encaminhadas ao 19° Distrito Integrado de Polícia (DIP). 

Outras fiscalizações – Os agentes ainda fizeram vistorias no flutuante Sedutor. No local não foram encontradas irregularidades e a equipe de fiscalização só realizou o procedimento padrão de orientação. 

Participaram da CIF fluvial deste domingo as polícias Civil e Militar, Visa Manaus, Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS) e Marinha do Brasil. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *