Marido que espancou violentamente a esposa.

O rosto da jovem ficou muito machucado. Devido a gravidade dos ferimentos ela precisou ser transferida para o Hospital Regional de Colíder. Ela levou alguns pontos no nariz, no olho e também na bochecha.

Após a instauração do inquérito pela Polícia Civil, pelo crime de lesão corporal qualificada, a delegada Paula Gomes Araújo representou pela prisão preventiva do suspeito, deferida pela Comarca de Nova Canaã do Norte-MT. Contudo, em função do período eleitoral, não foi possível cumprir o mandado, pois o Código Eleitoral veda prisões no período de cinco dias antes do pleito e até 48 horas após o encerramento das eleições, salvo se for em flagrante delito ou decorrente de sentença condenatória.

No caso do suspeito, ele estava foragido e não há ainda sentença criminal condenatória por crime inafiançável.

A delegada Paula Araújo encaminhou ao delegado de Paranaíta-MT, Antenor Pimentel Jr., carta precatória para a realização de interrogatório do suspeito.

Após o cumprimento dos procedimentos policiais, o suspeito será encaminhado à unidade prisional de Alta Floresta-MT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *