Mauro Mendes resolve antecipar feriados e agrupa dez dias de paralisação em MT.

Depois de recuar na proposta de emendar feriados a partir desta quarta-feira, o governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), optou por antecipar os feriados para tentar conter o avanço do Cononavírus. A decisão foi tomada no final da tarde desta segunda-feira (22) em reunião com os deputados estaduais no Salão Garcia Neto.

Para entrar em vigor o projeto precisa da aprovação da Assembleia Legislativa, caso o projeto seja aprovado, serão antecipados cinco feriados a partir de sexta-feira (26). Como a sexta-feira seguinte é a Sexta Feira Santa, seria feriado desta sexta-feira (26) até o domingo de Páscoa (4), totalizando dez dias corridos. Mesmo assim, o atual decreto segue valendo, com os mesmos horários e restrições. Na prática, somente o serviço público irá parar obrigatoriamente.

De acordo com Mauro Mendes, serão antecipados os feriados de Corpus Christi, Consciência Negra, Dia do Servidor Público, Dia do Trabalhador e aniversário dos municípios, que serão emendados com o feriado da Semana Santa, que ocorre na próxima semana. 

O projeto já havia sido anunciado por Mauro na última sexta-feira (19), e seria votado nesta segunda-feira (22) na Assembleia Legislativa, mas foi tirado de pauta para ser discutido com os deputados. Agora, o projeto será votado na terça-feira (23), para começar a valer na sexta-feira (26).

“Vai mandar o projeto de leis de antecipação de feriados e vamos analisar. Já falei para o governador, todos os deputados, deputado Nininho, Janaina, Sebastião Rezente, o próprio Max, Botelho, vamos fazer uma análise do projeto que vai ser mandado para a Assembleia para ver qual será o encaminhamento. Apesar de que eu entendo que o decreto está valendo mesmo com uma lei antecipando feriado”, explicou o líder do governo na ALMT, Dilmar Dal Bosco (DEM).

“O projeto é antecipar cinco feriados mantendo os mesmos horários do decreto atual, de supermercados, bares, farmácias. O que tem de diferente é só a antecipação de feriados”, explicou o deputado Paulo Araújo (PP). “Do que está hoje regrando o funcionamento do comércio como um todo não há mudança nenhuma (…) Não tem restrição de circulação de pessoas, somente a partir das 21 horas”.

Somente nas últimas 24 horas, Mato Grosso registrou 125 mortes de Covid-19, alcançando recorde de óbitos. 

https://api.whatsapp.com/send?phone=5566999652367&text=Ol%C3%A1!%20Vi%20o%20seu%20anuncio%20e%20gostaria%20de%20fazer%20um%20Or%C3%A7amento%20de%20Marketing%20Digital.%20Obrigado

Prefeitos de todo o Estado são contrários as medidas de antecipação de feriados e estão pressionando os parlamentares para barrar a proposta de Mauro Mendes, vale lembrar que apesar da pressão dos municípios o Governo tem a maioria na ALMT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *